Nutrição Desportiva: Ingestão de líquidos


Beber líquidos

O consumo regular de líquidos forma parte da dieta equilibrada de todas as pessoas que desejam estar em boas condições de saúde. No caso dos desportistas, aumenta a necessidade de consumir líquidos suficientes; trata-se de um complemento inseparável da alimentação. O conjunto de dieta saudável e ingestão habitual de líquidos forma parte da nutrição desportiva. Não te deves esquecer que praticar desporto também supõe seguir determinadas recomendações acerca do que comes e bebes. Por exemplo, se és frequentador assíduo do ginásio, a hidratação deverá estar sempre presente na planificação das tuas atividades desportivas.

O consumo de água é fundamental. O teu corpo está composto por água, numa proporção que oscila entre 45 e 70%. Nos músculos, a percentagem de água é superior. Ao realizar exercício físico, perde-se água; uns líquidos perdidos que se somam aos que o corpo já foi eliminando durante o dia (por exemplo, mediante a urina). Quando fazes desporto tens tendência a suar. Este suor, que leva a uma perda de líquidos, é um mecanismo de defesa do teu corpo: produz-se ante o aquecimento do corpo, como uma maneira de o refrigerar e de o manter com uma temperatura equilibrada.

Esta reações também se experimentam nas células dos músculos, de maneira que a falta de água não reposta pode originar sensações indesejáveis, tais como as dores após um treino ou a fatiga. Fatiga essa que não é apenas corporal, mas que também se manifesta no teu estado mental.

Neste sentido, além dos dois litros de água que recomendamos que bebas ao dia, devias aumentar a dose caso realizes atividades desportivas. Por exemplo, se vais ao ginásio, leva contigo uma garrafa de água, a qual servirá para que te hidrates antes, durante e depois do treino.

É especialmente conveniente que tenhas em conta a necessidade de repor líquidos depois de uma sessão de treino intensa. Assim, considera que deverias beber 1,5 vezes (durante as duas horas posteriores à prática desportiva) o valor dos líquidos perdidos durante a sessão desportiva.

Outros aspetos que não deves descurar são, por exemplo, os meteorológicos. Em climas húmidos e cálidos, aumentará a importância de consumir água frequentemente. Também deves ser consciente que beber demasiados líquidos (não devem estar quentes já que estes se moverão com mais rapidez fora do estômago) pode originar problemas no estômago. O teu sentido comum indicar-te-á quando estás a tomar demasiados.

Sem dúvida, a água é o líquido estrela da nutrição desportiva, já que é o que o nosso corpo absorve com maior facilidade. Em sessões desportivas longas e exigentes, pode ser conveniente tomar também hidratos de carbono. Devemos assinalar que existem complementos alimentares (dissolvidos em pó, por exemplo) que aportam este tipo de componentes, misturados com água. No mundo dos ginásios, estes produtos (totalmente naturais e compatíveis com uma dieta equilibrada) são do conhecimento de todos e de uso comum.

Para encontrar um equilíbrio entre nutrientes e hidratação convêm-te as bebidas isotónicas, as quais têm a mesma concentração que os fluidos do teu corpo. Esta circunstância faz com que possam ser absorvidas com a mesma facilidade que a água.

Por outro lado, as bebidas hipertónicas contêm uma maior concentração. Estão aconselhadas para depois do treino, já que facilitam a recuperação de maiores doses de energia.

Resumindo, aqui tens alguns conselhos para que não te faltem os líquidos necessários na altura de fazer desporto. A responsabilidade é tua!

In Virgin Active Blog


OFERTA TREINO EXPERIMENTAL